ASSUNTOS DIVULGADOS
NO IRRIGA-L *

UNESP Ilha Solteira - Área de Hidráulica e Irrigação

Assuntos referentes a Julho e Agosto

TEXTO PROJETO DE NORMA
5 Jul 2006 12:57:12
Pedro O Garcia <pogarcia@terra.com.br>
Prezados Senhores, Encaminho anexo última versão do texto de norma 04:015.08-014 Requisitos Básicos para Projeto de Irrigação que está em nossa pauta de trabalho para o dia 10 de Julho de 2006 as 09:00 na Abimaq/Sindimaq. Versão apenas recebida nesta manhã. Contamos com vossa presença !!!

Aplicação de Cloro
5/7/2006 19:13
Danilo Fukunaga <danilofukunaga@yahoo.com.br>
Gostaria de saber quem pode ter algum material sobre aplicação de cloro para limpeza de tubogotejadores e mangueiras de polietileno: dose, vazão de aplicação, etc. Também gostaria de saber quem possui informações sobre produto para inibir intrusão de raízes em sistemas de irrigação com gotejadores enterrados.

Aplicação de Cloro
5/7/2006 19:37
Guilherme <ggls@scci.com.br>
Desculpe, Use Poritex nao terá nenhum destes problemas. Abraços. www.ruralnet.com.br/poritex

Aplicação de Cloro
5/7/2006 21:01
Jorge <jorge@nortecnet.com.br>
Danilo, Em primeiro lugar vc deverá definir qual o material que está provocando o entupimento: calcário, areias, matéria orgânica, ferro, bactérias, resíduos de defensivos, argila, enfim, e depois partir para alguma ação, com cloro, ácido sulfurico, ou outra substância que seja indicada para essa limpesa. Tente ácido nitrico, (cuidado, muito corrosivo) o qual em pequenas doses dissolverá residuos alcalinos e ao mesmo tempo lhe dará uma adubação nitrogenada. Observe se ocorre limpesa. Outros adubos ácidos também têm essa possibilidade sem comprometer o seu solo com cloro. Um poco de ácido sulfurico tambem poderá ser admissível, mas vc deve verificar os níveis de enxofre em sua análise de solo e mediante cálculo estequiométrico estabelecer dosagens que não comprometam o Ph nem os níves de S. Faça ensaios com dosagens diferentes em recipientes de vidro onde mergulhará as mangueiras de pe e os gotejadores. Observe se haverá corrosão e limpesa dos resíduos do entupimento. Muna-se de um Phmetro para controlar os níveis de acidês da água tratada com ácidos. A literaura de irrigação pode lhe dar mais subsídios mas eles são certamente referidos a um conhecimento do elemento entupidor a remover. Quanto á invasão de raizes em gotejadores enterrados imagino que não tem solução que seja coerente com o crescimento das plantas. Uma "solução" seria herbicida, mas vc já vê o absurdo né? Tão absurdo quanto a recomendação de certos sistemas de irrigação, como esse enterrado, que foram postos em oferta ao público consumidor sem levarem em consideração esses problemas que já eram sabidos de há muito tempo atrás. Um Abraço.

Aplicação de Cloro
5/7/2006 22:26
Newton_UOL <newtonisozaki@uol.com.br>
Eu sei que em casos de entupimentos por raízes vc pode utilizar algum tipo de ácido ou herbicida, vou me informar o nome ou dosagem depois te passo. Para evitar vc deve manter uma regularidade na irrigação para que a raiz não acabe tendo que procurar a água dentro do tubo gotejador.

Aplicação de cloro
6/7/2006 00:14
Denis Cesar Cararo <deniscesar@yahoo.com.br>
Caro Danilo Fukunaga, Vejo que vc requer auxílio em um sistema que já esta entupido e não exatamente deseja a troca do seus tubogotejadores por um novo sistema nesse momento. Possivelmente, em novos sistemas, sim, é aconselhável buscar tecnologias apropriadas à situação. Analise as opções do mercado. Quanto ao seu sistema de irrigação, o ideal seria analisar o grau de entupimento e qual a causa obstrutora para definir um tratamento apropriado. Quanto ao cloro, há citações em literatura de valores de cerca de 100 ppm de hipoclorito de sódio em casos de limpeza. Contudo, dependendo do caso, por exemplo, um sistema parado a 6 meses, com biofilme e resíduos organicos entupindo os emissores, não limpa eficientemente nem com 100 ppm de dióxido de cloro (3x mais reagente que o hipoclorito de sódio - e tb mais tóxico). Obs: verifique também a questão dos custos do tratamento. Com certeza vc tomará a melhor decisão. Para obter algumas referencias que abordem o assunto de cloração, vc pode acessar minha tese, a qual está disponível no site www.teses.usp.br Espero ter contribuido para com os colegas.

IV Simpósio de Citricultura Irrigada
12/7/2006 08:41
Fernando Braz Tangerino Hernandez <fbthtang@agr.feis.unesp.br>
Bom Diego e demais amigos do IRRIGA-L.O seu amigo Jonas e todos os demais interessados são bem vindos e podem se inscrever diretamente no Grupo, basta seguir as instruções que estao em: http://www.agr.feis.unesp.br/irriga-l.php. Abraços e tenham todos uma boa semana!

WORKSHOP USO E REÚSO DE ÁGUAS
12/7/2006 08:50
Fernando Braz Tangerino Hernandez <fbthtang@agr.feis.unesp.br>
Bom dia! Divulgamos, à quem interessar possa o WORKSHOP USO E REÚSO DE ÁGUAS: Residuárias e Salinas. Abraços e tenham todos um bom dia!


Noticias do Mundo da irrigação e CONIRD
14/7/2006 19:33
Fernando Braz Tangerino Hernandez <fbthtang@agr.feis.unesp.br>
Boa tarde! Acabamos de retornar do CONIRD 2006, forum para discussao dos assuntos ligados à modernização da agricultura irrigada do Brasil e que este ano contou com a participação de Peter Lee, Presidente do ICID (International Commission on Irrigation and Drainage). Uma programação com stands bem montados, que não dá para deixar de destacar o do municipio de Cristalina que fez questão de mostrar como a irrigação tem influenciado positivamente a sua sócio-economia, demonstrada na prática em visita técnica.
Do CONIRD algumas certezas:
- Tecnologia não é só hardware (equipamentos), é também tática e processos
- O grande desafio mundial é aumentar a oferta de alimentos e respostas aos seguintes desafios devem ser encontradas:
(1) Como dobrar a produção de alimentos nos paises em desenvolvimento nos próximos 30 anos?
(2) Como fazer isso protegendo o meio ambiente?
(3) Como aumentar a oferta de água "boa" e ao mesmo tempo dobrar a produtividades?
Nossa participação no CONIRD 2006 se deu através de um mini-curso sobre PROJETOS DE IRRIGACAO, em sintonia com o Projeto de Norma Requisitos Basicos para Projetos de Irrigacao em elaboração pela ABNT e a aapresentação está disponível no Portal da Área de Hidráulica e Irrigação (http://www.agr.feis.unesp.br/irrigacao.php). Também nossa equipe contribuiu com trabalhos técnicos. Estes estarão disponíveis em breve no canal TEXTOS TÉCNICOS (http://www.agr.feis.unesp.br/papers.php).
Confira os títulos:
AVALIAÇÃO BIOLÓGICA DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO DO CÓRREGO TRÊS BARRAS, MARINÓPOLIS, SP. R.A.M. FRANCO, L.S. VANZELA, F.B.T. HERNANDEZ. BALANÇO HÍDRICO DA REGIÃO DE JATAÍ – GO. S.P. CRUZ, F.B.T. HERNANDEZ; L. S. VANZELA. CARACTERIZAÇÃO AGROCLIMATOLÓGICA DA REGIÃO DA NOVA ALTA PAULISTA. J.C.G. COSTA; F.B.T. HERNANDEZ; L.S. VANZELA; E.M. BISPO. CARACTERIZAÇÃO AGROCLIMATOLÓGICA DA REGIÃO DE MARINÓPOLIS. E.M. BISPO; F.B.T. HERNANDEZ; L.S. VANZELA; J.C.G. COSTA. CARACTERIZAÇÃO FISIOGRÁFICA DA MICROBACIA DO CÓRREGO ÁGUA DA BOMBA NO MUNICÍPIO DE REGENTE FEIJÓ - SP. R.S. MOURA, P.M. MOLINA, F.B.T. HERNANDEZ; L.S. VANZELA. DIAGNÓSTICO DA DISPONIBILIDADE DE ÁGUA E DO TRANPORTE DE SEDIMENTOS DO CÓRREGO TRÊS BARRAS, MARINÓPOLIS, SP. F.B.T. HERNANDEZ; L. S. VANZELA. DIAGNÓSTICO HIDROSSEDIMENTOLÓGICO DA MICROBACIA DO CÓRREGO ÁGUA DA BOMBA NO MUNICÍPIO DE REGENTE FEIJÓ – SP. L.G.T. FEBA, P.M. MOLINA, F.B.T. HERNANDEZ. ÍNDICE DE QUALIDADE DE ÁGUA NA MICROBACIA DEGRADADA DO CÓRREGO ÁGUA DA BOMBA – MUNICÍPIO DE REGENTE FEIJÓ – SP. P. M. MOLINA, F. B. T. HERNANDEZ, L. S. VANZELA. MONITORAMENTO FÍSICO-BIOLÓGICO DA QUALIDADE DE ÁGUA DO CÓRREGO ÁGUA DA BOMBA, REGENTE FEIJÓ, SP L.F.R. ALMEIDA, P.M. MOLINA, F. B. T. HERNANDEZ. QUALIDADE DE FORRAGEM DE CAPIM MOMBAÇA SOB IRRIGAÇÃO NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO. L.S. VANZELA; F.B.T. HERNANDEZ; P.E. GARGANTINI; R.C. LIMA RESPOSTA DOS CAPINS MOMBAÇA E BRIZANTHA À IRRIGAÇÃO. QUINTANILHA, S.C; HERNANDEZ, F.B.T; VANZELA, L.S.; LIMA, R.C; DUPAS, E; BUZETTI, S USO DA ÁGUA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO SÃO JOSÉ DOS DOURADOS. MEGDA, M.M. ; HERNANDES; A. HERNANDEZ. F.B.T; ALTIMARE, A., ZOCOLER, J.L. USO DA ÁGUA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO TURVO/GRANDE – SP. ERNANDES, A. MEGDA, M.M. HERNANDEZ. F.B.T. ALTIMARE, A. ZOCOLER, J.L. Estes estão tb disponiveis no CD ROM do CONIRD 2006, que pode ser baixado do canal FTP (http://www.agr.feis.unesp.br/ftpagr.php) onde está disponibilizado tb os Anais do CONIRD 2005. No dia 06 de julho fizemos palestra em Bebedouro sobre Disponibilidade e Qualidade da Água, já estando a mesma disponível no Portal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira. O acesso rápido se dá a partir de: http://www.agr.feis.unesp.br/irrigacao.php.
**** Noticias do mundo da irrigação ******
- O ELEITOR PROVOCA.
http://www.infonet.com.br/diogenesbrayner/ler.asp?id=48884&titulo=Diogenes_Brayner
- Dia de campo da Embrapa apresenta técnicas que fazem dobrar a produção de melão. http://www.cosmo.com.br/hotsites/agronegocios/integra.asp?id=160194
- Burocracia veta avanço da irrigação.
ttp://www.jornalacidade.com.br/geral/ver_news.php?pid=27&nid=40094
- Projeto Formoso deve subir produção em 82%.
http://www.anoticia-to.com.br/noticias.php?IdNoticia=753
- Multiuso da água e educação ambiental: Ensaio teórico.
http://agrosoft.com/?q=node/20771
***************
Amigos e colegas, depois desse texto, vou desligar o meu computador, o no-break e ....
... graças ao Getulio Vargas, sou obrigado a gozar ferias 30 dias por ano, 15 dias por semestre... e assim, daqui a pouco, estarei usufruindo-as. Abraços a todos.... Parabéns especial para a Comissão Organizadora do CONIRD 2006 e do IV Simposio de Citricultura Irrigada, que deram a oportunidade à muitas pessoas de ampliares os conhecimentos e discussões em agricultura irrigada, contribuindo para a modernização da nossa agricultura. Fernando Tangerino

Cana Irrigada
15/7/2006 11:46
José Francisco Teles Filho Teles Filho <teles_filho@yahoo.com.br>
Caros amigos, Estou precisando de dados comparativos de produtividade em cana sequeiro x irrigada, de preferência da região sudoeste de SP. Desde já agradeço.

 
Para se inscrever na Irriga-L, acesse:
http://www.agr.feis.unesp.br/irriga-l.php


UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA