IRRIGAÇÃO É TEMA DE PALESTRA NA FEIRA AGROPECUÁRIA DE ITÁPOLIS

Notícias da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira


Professor da UNESP Ilha Solteira falará sobre os diferentes sistemas de irrigação e como usá-los adequadamente

O Prof. Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez Coordenador da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira e Chefe do DEFERS - Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos estará nesta quarta-feira, dia 17 de outubro, a partir das 10:30 horas na FAITA 2007 - Feira Agropecuária e Industrial de Itápolis para ministrar a palestra “Uso Racional da Irrigação em Fruteiras”.

Em sua palestra, o Professor Fernando Tangerino deverá dar uma maior ênfase na conscientização dos problemas registrados com a água atualmente e principalmente na eficiência da irrigação, que começa com a escolha de um bom projeto de irrigação, "sendo que um projeto técnico leva em consideração os aspectos de solo, clima, atmosfera, topografia e cultura a ser irrigada", explica. Também abordará os aspectos ligados à demanda de água pelas culturas - a chamada evapotranspiração, que é perda de água por evaporação do solo e transpiração das plantas - e a qualidade da água, com atenção aos problemas de elevada concentração de ferro em mananciais de superfície e cálcio e sódio em águas subterrâneas e como estes elementos afetam a escolha de um sistema de irrigação e o projeto como um todo.

Para o Professor Tangerino "não existe um melhor sistema de irrigação e sim aquele que mais se adequa às condições dos recursos disponíveis na propriedade e à cultura a ser irrigada e considerando o valor do investimento em irrigação e a longa vida do equipamento, este deve ser projetado com cautela e conhecimento técnico do projetista. Não se concebe mais um sistema de irrigação implantado sem projeto".

Também deverá mostrar quais seriam as boas práticas de irrigação a serem adotadas e como fazer o manejo da irrigação via solo ou via atmosfera para que se tenha uma melhor eficiência no uso da água, ou seja, menor quantidade de água para cada quilo de produção.

A expectativa é de um público formado por produtores rurais, Técnicos Agrícolas e Engenheiros Agrônomos